CPM 22 04/10/2017 - Por Paulo Henrique

No último sábado (30 de setembro), a banda CPM 22  fez show de lançamento da nova turnê, “Suor e Sacrificio”, na Audio, em São Paulo. Com abertura do Dance of Days.

A banda com a sua formação atual, Badauí (vocal), Japinha (bateria), Luciano (guitarra), Phill (guitarra) e Fernando (baixo), fizeram um show memorável, regado de clássicos e músicas novas, para a uma Audio LOTADA.

 
 
Já que a noite era de festa, aproveitamos para entrevista-los, confira como foi:

O lançamento da turnê é hoje em SP, Como tem sido a recepção do público em relação ao novo trabalho “Suor e Sacrifício”?
No interior a galera conhece mais o single né, apesar de ter uma puta facilidade pra você ouvir. Eu costumo falar isso no show “Se você não ouviu o disco, não ouviu pq não quer, o disco ta no bolso de cada um de vocês ai, é só ouvir.” Hoje em dia você não precisa ir na loja comprar você pode comprar online ou ouvir nas plataformas então eu tenho cobrado bastante. Mas assim a galera aqui em SP, nas capitais, a gente já tem feito bons shows, a gente já fez em Porto Alegre a galera já conhece bem o disco e pelas redes sociais a gente tem sentido que a galera pirou no disco mesmo, e estão considerando o melhor da banda, assim como eu.
 
Vocês já rodaram o Brasil quase todo, falta algum lugar onde gostariam de tocar?
Não deu tempo ainda porque a gente lançou o disco em Maio, começou com a turnê no Nordeste oficial dessa turnê. A gente fez 5 shows lá. E ai a gente começou a tocar em vários lugares ainda tem várias capitais pra fazer. Rio de Janeiro a gente não fez. Curitiba a gente não fez ainda. São Paulo, esse é o primeiro oficial mas é isso, como o disco ta legal e tem varias musicas pra trabalhar a turnê deve durar pelo menos uns 2 ou 3 anos.
 
Eu sei que Face to Face é uma das bandas que mais influenciaram o CPM, como aconteceu o contato com o vocalista Trever Keith?
Eu já venho falando com ele há algum tempo né. A gente fez um cover em 2008 no Planeta Atlântida, um festival grande ali perto de Porto Alegre, na praia em Atlântida. Ai a gente fez um cover e mandamos pra ele porque tava lotado o show e ai a gente começou a conversar. E todas as vezes que eles vieram pro Brasil acabamos se encontrando no show, troca idéia com os caras e acabou criando uma amizade mesmo que a distancia. Os caras viram que a gente conhece a banda e que a gente é uma banda grande aqui, ai eu convidei ele pra participar do disco e ele pirou. A gente mandou a base pra ele, fez a letra já gravou e mandou pra gente. E agora vou encontrar eles. Eles vão tocar dia... agora final de semana da semana que vem eles vão tocar aqui no Brasil, só que eu vou lá em Curitiba que tenho show lá dia 7 então eu vou.. já mandei email pra ele que vou tromba com ele. Po é demais pra gente, é uma banda que influenciou bastante, tratar a gente de igual pra igual né, com todo respeito e ainda participar do disco, dar a cereja do bolo, então é valiosa pra gente né, assim, como artista. E é interessante que é a primeira música em inglês que a gente gravou de fato. A gente só tinha feito... só tinha gravações  ao vivo cantando em inglês e foi a primeira gravação mesmo.

Uma das músicas mais fortes da banda é “Honrar teu nome” qual a sua sensação e qual a sensação da banda quando apresentou a letra para os integrantes? Sabemos que o Luciano ajudou na composição. Como foi?
Como é tocar ela no palco?
Ah foi incrível. Essa foi a ultima musica que entrou no repertorio. O repertorio do disco tava praticamente fechado e ai o Phil guitarra tava com essa base e mostrou pra mim ai eu falei: “Nossa mano agora” já tava com tudo fechado mas a hora que eu vi a base eu falei: “Nossa, ficou foda” Daí meu pai tinha morrido tinha uns 2 meses né,  ai eu falei: “Puta, é a base perfeita pra eu fazer”. Ai a gente foi no estúdio correndo lá, já tinha acabado as sessões de pré produção. A gente voltou no estúdio, foi eu e ele, violão e voz, mandamos para os caras, os caras piraram, ai a gente gravou. Não tinha entrado pra gravar ainda né, mas ai a gente deu uma ensaiada rápida nela pra gravar e ai ficou essa maravilha. 



 

ENTREVISTA: Camila Iara
FOTOS E VIDEOS: Paulo Henrique (3d11photo)
ASSESSORIA DE IMPRENSA: Camila Dias (Audio) - Willier (CPM 22) 

ÁLBUM DE FOTOS: 
https://goo.gl/kCN9Vj

VIDEOS: